Cabeçalho de impressão

Histórico

O Centro Regional de Ciências Nucleares do Centro-Oeste (CRCN-CO foi criado em 01/06/89, com a finalidade de representar regionalmente a CNEN, com vistas ao acompanhamento das atividades decorrentes do acidente radiológico com o Césio-137, ocorrido na capital do Estado de Goiás, em setembro de 1987.

Centro de Informações em construção

Na ocasião do acidente, técnicos vindos das várias unidades da CNEN, estiveram presentes no processo de descontaminação dos diversos locais atingidos pelo elemento radioativo, gerando toneladas de rejeitos radioativos. Foram armazenados em tambores e contêineres, e após exaustivos estudos técnicos, principalmente relacionados à levantamentos geológicos, e consequentemente em seus aspectos sociais e econômicos, foram transportados para o seu destino. A escolha do local foi no próprio Estado de Goiás, no entorno de Goiânia, distante 20 km aproximadamente, denominado Abadia de Goiás.


Construção do Depósito Definitivo

Em 1991, iniciou-se os estudos para a construção de um Depósito Definitivo para abrigar os rejeitos e na mesma área um complexo de prédios. E em 1997, o Governo Federal, por meio da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), sob a orientação da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE/PR) num esforço conjunto com o Governo do Estado de Goiás, tornou possível concretizar o Centro Regional de Ciências Nucleares do Centro-Oeste, CRCN-CO, inaugurado no dia 5 de junho, Dia Nacional do Meio Ambiente.


Máquinas

Mais do que um Complexo para armazenar os rejeitos gerados no Acidente Radiológico com o Césio-137, entrega-se à sociedade um projeto elaborado para garantir um ambiente equilibrado, de cultura e de lazer. A área destinada à construção do Centro foi transformada em Área de Preservação Ambiental, com a implantação do Parque Estadual Telma Ortegal, que será um celeiro de espécies típicas do cerrado, para que dali saiam as sementes que recuperarão, no futuro, outras áreas degradadas. Com a atuação do Ministério do Meio Ambiente e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, houve o reflorestamento da área de 1.600.000 m2.

Durante os próximo 50 anos, a CNEN realizará o controle institucional da área, acompanhando e garantindo a segurança do repositório por intermédio do Laboratório de Radioecologia, desenvolvendo pesquisas nas áreas de ciências ambientais e nucleares, para todo o Centro-Oeste brasileiro, e treinando profissionais em parceria com organizações educacionais e científicas. CRCN-CO hoje. Harmonia com a natureza Atualmente, desenvolve várias outras atividades atuando em outros diversos setores relacionados à área nuclear, e uma das metas consiste em concluir a edificação de um Laboratório de Radioproteção, ampliando seus serviços junto à comunidade, alcançando assim uma maior abrangência nesta Região, no que concerne às Aplicações da Energia Nuclear.


Fale Conosco | Mapa do Sítio | Retornar ao Topo | ©2006 Comissão Nacional de Energia Nuclear